12 de jul de 2010

Matéria “Nação Rivotril” (Revista Superinteressante – julho 2010)

Meu comentário...

Parte Um
Me agradou muito essa matéria numa revista tão lida como a Superinteressante. Numa revista com busca as verdades científicas. Gostei. Gostaria, porém, de que outros enfoques muito relevantes fossem abordados e aprofundados.
Entre eles, o mais importante. Quem é esse povo angustiado? A matéria trata de um medicamento, mas como entender o motivo por trás desse apaziguamento químico? Como chamar essa crise de ansiedade? Vazio, angústia, desespero? Acho que sim. E acho que é grave.

Parte Dois
A matéria fala sobre o mais vendido tarja preta do Brasil.
O que pode estar por trás de todos esses fatos?
Na minha opinião, considero de extrema importância nosso mundo e nosso país precisar,ou pelo menos ter quase certeza que precisa, de algo mágico que o acalme.
Que estado de descontrole é esse que move nosso mundo? E, Deus do céu, pra onde?
A reportagem fala em “nação Rivotril’ e explica: é o segundo medicamento mais consumido no país. São mais de duas toneladas de um medicamento que se apresenta em comprimidos de meia grama. Deu para imaginar? Atualmente o Brasil é o maior consumidor do mundo!!! Deu para entender? Mas a pergunta que eu faço é por quê?
Sem manchetes baratas, mas com um questionamento muito sério: PORQUE!!???

Parte três
Vamos começar esse raciocínio, pensando que ninguém obriga alguém a tomar um remédio para ficar mais calmo. Por que, então alguém decide ir a uma farmácia comprar comprimidos para tentar controlar seus descontroles?
Não aceito subestimar a profundidade dessas notícias. Como mero observador crítico, talvez. Mas como um socorrista que sou. Sou médico. Antes de ser um tagarela das dores alheias. Portanto, de alguma forma, sei o quanto isso dói.E muito antes de criticar, vou tentar entender e dividir comentários com voces. segue...

1 comentários:

Maria Cristina disse...

Santo Rivotril!!!

Postar um comentário