15 de jun de 2010

Comentando sobre o Caderno Vida ZH, do dia 12 de junho de 2010

Muitas vezes a resposta está em nós mesmos
A idéia de fantasiar um Deus no céu distante, é aceita dentro das místicas religiosas. Porém , encontramos sinais claros de uma presença desse Deus dentro de nós. Principalmente quando nos abrimos para confiar nas religiões de todos os homens, como um instrumento da nossa espiritualidade.
De alguma forma, todas ass preces meditame fica claro para nós, médicos, o quanto podemos dar o nosso apoio, reforçando que essa harmonia buscada na concentração em nós mesmos e nos integrando a um todo e , de fato muito eficaz na cura.
O apaziguamento de nossas mentes estressadas, preocupadas, negativas e preenchidas de medos e inseguranças é enormemente responsável por nossos sofrimentos emocionais e físicos.
As doenças não são repentinas. São desencadeadas por uma série de circuitos corporais, mentais e neurológicos que se desarmonizam pelo estresse.
Simplificando, o estresse é uma desordem de reações psicodinâmicas que alteram funções básicas do corpo humano, como por exemplo, a tensão dos músculos, incluindo as artérias e intestinos ou as produções desordenadas de alguns hormonios.
Meditar pela paz e proteção ou cuidado de Deus, certamente nos auxilia nessa reorganização físico-química.
A reflexão e valorização no reforço de valores como o perdão que deixa de alimentar o sentimento de raiva e vingança ou das casdeias de medos e inseguranças. Pedimos e devemos falar mais na espiritualidade como seríssimo item de primeiros socorros. Mas fica uma verdade simples :
DEUS FAZ BEM A SAÚDE !!!

0 comentários:

Postar um comentário