14 de jun de 2010

SOBRE A AVENTURA DE NAMORAR

"Ainda bem que o amor ainda seja o “artigo de consumo” mais desejado do mundo.Ainda é o amor que move as pessoas, que acomoda e desacomoda, que nos leva ao trabalho, a academia e aos estudos. É o amor.É esse desejo louco e maravilhoso de encontrá-lo e tê-lo que nos mantêm vivos e ativos.Ainda bem que existe até um dia, para comemorar o amor e homenagear quem constrói ele conosco.Ladrões de cem mil reais ou mais não encontrarão nunca o amor. O amor é mais doce, mais lindo, mais curativo e apaziguador do que o poder.Confunde-se aquele que busca amor de forma consumista, invejosa, compulsiva, carente ou vaidosa.Perdem os que “ficam”, ganham os que “vem comigo”.Me perdoem a comparação assustadora, mas algumas coisas no mundo real são:Acredito que, de fato, apenas o que vai mal é o processo de acasalamento, a procura entre machos e fêmeas humanos:Atordoados, que estamos, por tanta tecnologia, bens materiais e artificiais e culturas fajutas.Necessitamos, para sobreviver com mais conforto, encontrar um semelhante que tenha a vocação natural para nos fazer feliz. Que tenha dons instintivos para nos compreender, nos fazer pessoas mais lindas e mais úteis. Precisamos de um serzinho que tenha intuições naturais para nos cuidar, nos dar carinho e nos deixar em paz. Que saiba amansar nossas frustrações, nossas raivas e inseguranças. Que não nos leve para o mal caminho, muito menos a loucura.Que nenhuma droga, ou álcool, ou doces ou chocolates sejam necessários na sua companhia. Que ela seja realmente um barato, que me alimente e sacie.Não tenham medo, nunca, da experiência do amor. Apaixone-se por si mesmo; depois de experimentar essa alegria, divida-a. Muitas pessoas precisam do teu amor, até aquelas que tu não conheces. Mas se tu não encontrares o amor por ti mesmo, jamais conhecerás outro. Só dá amor quem tem pra dá.Esfomeados não amam, sugam.Ainda bem que estamos festejando a lembrança do dia especial dos apaixonados. São eles que colorem o mundo, são eles que estão preocupados e lutam para preservá-lo.Ainda bem que tem dia pra dar valor aos namorados, esses que “investem” uns nos outros, que dão sem cobrar, que ligam pra ligar, que choram por chorar, que riem por rir, que compram sapos e porquinhas de pelúcia, que sonham com mundos perfeitos que acreditam no amor e nas pessoas.Um muito obrigado aquele que nos ensinou a amar os semelhantes como a nós mesmos e resumiu tudo num único recado: “AMAI-VOS UNS AOS OUTROS “.Um grande viva, a todos aqueles que são loucos... uns pelos outros...!!!E se um dia, eu achar que esteja faltando mais alguém nesse mundo, alguém lindo, bom e perfeito, que, então, essa pessoa me ajude a fazê-lo."Alexandre Dahmer

2 comentários:

Rosi disse...

Dá-lhe Ale...hehehe...Lindas tuas considerações sobre o "Amor", tenho teu livro, Amor e poesia fazem falta na vida de algumas pessoas, mal sabem elas que o "Amor" é a força motriz do Mundo.Como diria minha filha, adolescente...Amooo muuiito!

Caroline disse...

Dentre tantas coisas maravilhosas que tu escreves neste blog e nos teus livros, este texto ficou perfeito, adorei! O Amor é realmente a força que move o mundo e todas as energias que pertencem a ele! Sem amor nada há, ele é essencial em tudo!

Postar um comentário